Diocese de Coimbra rejubila de alegria com a ordenação de mais um padre e um diácono

Categoria de topo: Correio de Coimbra
 Categoria: Actualidade
 Publicado em terça, 13 dezembro 2011 17:35
 Escrito por Miguel Cotrim

Talvez, há cinquenta anos, uma ordenação fosse um acontecimento vulgar. A cerimónia presidida pelo nosso Bispo D. Virgílio Antunes, concelebrada por D. Albino Cleto, Bispo Emérito e uma centena de sacerdotes não deixa ninguém indiferente. A Sé Nova encheu no passado Domingo à tarde de fiéis. As paróquias de S. Silvestre e de Ceira, de onde é natural o Padre João Pedro da Silva e o diácono permanente Jorge Dourado Vieira, respectivamente, fizeram-se representar em grande número.

É uma diocese que esteve em festa numa celebração donde saiu um novo padre e um novo diácono permanente. Hoje qualquer ordenação comove a diocese e a faz rever-se em júbilo e esperança. É o desejo intenso do povo cristão, ansioso por mais sacerdotes, quando um número já razoável de paróquias e comunidades se sente sem pastor disponível para atender as suas necessidades religiosas, mormente a missa dominical.
Com um clero limitado e bastante envelhecido, um novo sacerdote traz confiança e derrama sobre o futuro um certo optimismo ainda que pequeno.
Comovido esteve também o nosso Bispo D. Virgílio Antunes que pela primeira vez ordenou um presbítero e um diácono permanente.
D. Virgílio Antunes começou a sua homilia por agradecer a Deus por lhe ter concedido mais dois colaboradores para a sua diocese e pediu oração constante para que sejam capazes de desempenhar as obrigações da missão que lhes é agora confiada.
“Quantos belos testemunhos de anúncio acolhido podiam narrar todos os que foram ungidos pelo Espírito Santo e enviados por Deus ao encontro do Seu Povo, diáconos, presbíteros, bispos, missionários, religiosos e religiosas, leigos nas mais variadas situações de vida!” destacou o prelado na sua homilia. “O dom de ser chamado e enviado por Deus é fonte de tanta alegria interior, por um lado, e de tanta consolação e auxílio aos irmãos, por outro” disse ao fazer um apelo aos jovens para que se deixem seduzir por Cristo, “incarnem a Sua entranhada misericórdia pela humanidade e se disponibilizem para acolher a vocação sacerdotal, que, com, toda a certeza, o Senhor pôs no coração de alguns aqui presentes (na celebração) ou dispersos por esta diocese de Coimbra”.
Ao dirigir-se aos que iam ser ordenados, D. Virgílio Antunes pediu que “caminhem em ordem à santidade de vida”. “A primeira vocação e obrigação que tendes é ser santos, assumir essa realidade invisível, mas real, que vos liga a Cristo, para que todo o vosso ser – espírito, alma e corpo – se conserve irrepreensível para a vinda de Nossa Senhor Jesus Cristo. Sois chamados a ser totalmente de Cristo, configurados com Ele, centrados n´Ele, tanto quando realizais as tarefas quotidianas de acordo com o vosso estado de vida, como quando rezais com a assembleia cristã, quando vos dedicais às tarefas de evangelização, à prática da caridade ou ao governo das comunidades que são confiadas à vossa solicitude”.
Por fim, D. Virgílio Antunes pediu ao novo padre e ao novo diácono que se recordem que foram chamados para servir o Senhor e o Seu Povo e não para serem servidos por eles ou para se servirem deles. “O caminho de Cristo é, sem dúvida, o da radicalidade e da entrega total e a Igreja de hoje precisa acima de tudo de homens munidos de uma fé forte, de um grande amor a Deus e aos Seu Povo, disponíveis para servir na verdade e na caridade”, realçou.
Ao celebrar o tempo do Advento, o Bispo de Coimbra pediu para seguirmos o exemplo de Maria. “Ela aponta sempre para Cristo, disponibiliza-se para em tudo ser a Serva do Senhor, e para que nela se cumpra a Sua palavra”, afirmou ao confiar as vocações da sua diocese.

Miguel Cotrim / Amicor

One thought on “Diocese de Coimbra rejubila de alegria com a ordenação de mais um padre e um diácono

  1. Amigo João Pedro (sim, porque acima de tudo vais ser sempre um Amigo):
    A tua ordenação não é uma meta, mas sim apenas mais uma etapa que lograste alcançar com êxito! Fico feliz por saber que as Paróquias de Carvalho, Friúmes e Penacova contribuíram para esse teu êxito!
    Pena é que depois essas mesmas Paróquias não se tenham conseguido mobilizar para estarem presentes, em grande número, neste momento tão importante para ti… Seria o melhor reconhecimento que poderiam ter pelo trabalho que por nelas desenvolveste…
    Grande abraço Amigo deste pedacinho de Penacova que sabes que vai estar sempre ao teu lado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s