Férias são dom de Deus!

No mês de Junho celebrámos vários momentos importantes. Entre outros, podemos destacar que Julho é o mês do verão e de férias.
“Os meses de verão são, habitualmente, reservados para as férias e para o merecido descanso. É um tempo privilegiado para o repouso, de pausa. Infelizmente, nem todos podem gozar deste tempo de férias, mas é um direito que a todos pertence. Quem trabalha um ano inteiro devia poder descansar e gozar umas férias dignas e sérias, com repouso, sossego e algum tempo de lazer.
É pena que não seja assim para muitas pessoas, neste momento de crise. E hoje, com tantos milhares sem emprego, sem salário, sem condições familiares, as férias vão ser mais raras. Outros talvez esbanjem e não tenham consciência nem sintam a carestia de muitos outros. Até nas férias há muita situação de injustiça.
Mas não basta ter férias, é preciso saber vivê-las, saber aproveitá-las bem, saber gozá-las com sentido cristão. Daqui nascerão forçosamente muitas opções fundamentais. Não servem umas férias quaisquer para quem tem sentido cristão para a vida e, por isso, também para o descanso e para as férias. Quantos saem das férias mais cansados, mais esgotados, mais desfeitos por dentro?
As férias podem e devem ser tempo para mais oração. Ao longo do ano, o trabalho, o stress, o reboliço, a azáfama de horários e de vida nem sempre deixam tempo suficiente para rezar. Nas férias, Deus devia ser contemplado com a nossa gratuidade de mais oração, mais diálogo, mais companhia. Férias com Deus! Ou seja, não dar férias a Deus. Ele não precisa delas.
Podemos aproveitar as férias para nos dedicarmos à leitura. Lemos pouco e nem sempre lemos o que nos forma e nos enriquece. O tempo de férias poderá ser um momento privilegiado para boas leituras. Leituras formativas e descansativas. Leitura que enriquecem nossos conhecimentos culturais e religiosos. Há tanta coisa boa a ler, começando pela Bíblia, pelos documentos do Papa, por livros de espiritualidade, de teologia, de vida dos santos, etc. Um bom romance ou um bom livro de teologia também podem ajudar a enriquecer.
O período de férias pode ser dedicado também à caridade. Porque não dedicar algum tempo a visitar um doente, um familiar mais idoso e que viva mais só ou alguma instituição de solidariedade? Porque não dar algum do nosso tempo a ajudar os que mais precisam, a exercitar a nossa caridade? O tempo dedicado ao voluntariado enriquece-nos e distribuir mais alegria e mais felicidade à nossa volta. Há quem vá fazer voluntariado em África, mas todos podemos encontrar uma África perto de nós, na nossa vila ou cidade ou bem à nossa beira.
Nas férias dedique tempo à família! Todos se queixam que, durante o tempo de trabalho e de estudo, os momentos para a família são muito escassos. Não há muita oportunidade de conversar, de dialogar, de trocar impressões, de partilhar projetos. Aproveite as férias para pôr a conversa em dia, para um diálogo mais profundo, para uma partilha mais amiga. Não sejamos egoístas! Que os outros tenham lugar no nosso coração e no nosso tempo de férias!
As férias são também tempo de contemplação. Podemos dedicar momentos a coisas tão simples que estão ao nosso redor, por exemplo a olhar a imensidade do mar, a beleza das ondas, as areias da praia com olhar contemplativo é um precioso enriquecimento. Podemos apreciar o verde das florestas, ouvir o cantar dos pássaros, deliciar-se com a beleza das flores. São também modos de descansar, contemplando Deus e as maravilhas do seu amor. Precisamos de ter um olhar interior mais intenso e mais límpido para, aos poucos, ver e encontrar Deus em tudo e tudo em Deus.

Não fique em casa a ver televisão horas a fio ou a consultar a internet. Saiba arejar, descansar com qualidade, mesmo que não possa sair da sua terra. Aqui também podemos arranjar tempos e modos de bom descanso e de boas férias. Tenhamos qualidade inventiva para saber realizar um bom plano de férias e descansar a sério, com são divertimento, com repouso, com convívio, com leitura, com caridade, sobretudo com mais oração e mais vida de família.
Não dê férias a Deus! Não deixe de rezar e de participar na Eucaristia! Queridas criancinhas, não esqueçam de participarem da Eucaristia, onde vocês estiverem, procurem irem a Santa Missa. Ter um tempinho para ir visitar o Senhor num sacrário é essencial no tempo de férias. Com paz e sossego, com silêncio interior, tente conversar mais com Jesus. Porventura, uma visita a algum Santuário, para estar com paz e rezar, seria outro modo de ajudar a enriquecer-nos em tempo de férias. Contemplar obras de arte, como o Papa nos dizia há dias, pode ser um bom momento das nossas férias” (Pe. Dário Pedroso, s.j).
Desejo a todos os leitores umas férias repousantes, esperando que dediquem tempo à oração, ao descanso, e que desfrutem de momentos de muita paz e alegria. Que Deus a todos ajude e abençoe! Que os doentes, os idosos, os que passam carências encontrem em Deus seu alívio e seu repouso!

Padre Laudo Corrêa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s